Translate

terça-feira, 13 de março de 2018

Lugubre - poezine n°1

SEM PROGRESSO

Perdi esperança em seu progresso.
Tudo foi jogado fora.
O tempo como areia passou
Na brisa do ar
É como se muitos nascessem para serem
Sempre escravos...
Se reclamar...
Submissos,
Imóveis,
Intocáveis
puros,
Bestas
Conformados!
Sem progresso,
A humanidade
Caminha para a fossa!
O VENENO DA BELEZA

O veneno da beleza engana e ilude o olhar,
Mas atrás dessa face se vê a capacidade
De corroer e destruir.
A vaidade destrói o senso do útil
E faz seres reverenciarem o inútil!
O veneno do ser "belo" acaba com vidas
Inocentes e conscientes,
A se iludirem com seu acido corrosivo

*poezine split, 8 paginas, tamanho 1/2 A4... colagens e poesias/poemas sobre progresso, beleza, tempo, luta, pesadelos, igualdade, escravidão, moral, desgostos, viver, tragédia, sinceridade, padrões, sofrimento, luxo, lixo, tédio, normalidade....

Nenhum comentário:

Postar um comentário